06/09/2018

No reencontro com a torcida, Bahia vence o Sport na Fonte Nova


No reencontro com a torcida após três jogos fora de casa, o Bahia voltou a vencer e bateu o Sport por 2x0 na noite desta quarta-feira (5), na Fonte Nova.
Os gols só saíram no segundo tempo e foram marcados por Gilberto e Tiago. O triunfo no clássico regional foi o primeiro do Esquadrão no segundo turno do Brasileirão e deixou o time um pouco mais longe da zona de rebaixamento.
Quem viu a escalação inicial do Bahia ficou surpreso com um nome: Ramires. O garoto de 18 anos, que disputou o Brasileirão de Aspirantes, foi o escolhido por Enderson Moreira para começar o duelo na vaga de Vinícius, poupado. O lateral esquerdo Léo, pelo mesmo motivo, foi sacado para a entrada de Paulinho.
Apesar de começar a partida de forma tímida, Ramires foi se soltando e se transformou no principal nome do tricolor em um primeiro tempo apagado. Aos 10 minutos, o meia recebeu passe de Nino Paraíba e experimentou chute de fora da área, mas parou na defesa de Magrão.
A partir daí, foi o Sport que passou a levar perigo.  No chute de Gabriel, Douglas mandou para escanteio. Aos 23 minutos, a chance mais clara do time pernambucano. No erro da defesa tricolor, Claudio Winck dividiu com Douglas e Tiago e a bola ia sobrando limpa para Andrigo, sem goleiro, mas Nino ganhou na corrida e salvou o tricolor de levar o gol.
Com dificuldade para criar as jogadas, o Bahia só voltou a assustar aos 39 minutos. Ramires fez boa jogada na grande área, limpou a marcação de Deivid e mandou uma bomba que explodiu na trave direita de Magrão. O melhor momento tricolor num primeiro tempo que não agradou a ninguém.
Reação no segundo tempo
No segundo tempo, o Bahia voltou sem mudanças, mas se lançando ao ataque. E não demorou muito para o tricolor abrir o placar. Aos 7 minutos, Gregore roubou a bola no meio-campo, passou pelas marcações de Sander e Durval, e cruzou rasteiro para Gilberto tocar para o fundo das redes e marcar o primeiro do tricolor no jogo.

Motivado pela vantagem e empurrado pela torcida, o Bahia continuou pressionando o Sport. O tricolor quase chegou ao segundo gol dois minutos depois. Marco Antônio aproveitou a saída errada de Magrão e tentou achar Gilberto na área, mas a defesa pernambucana cortou. Na volta, o mesmo Marco Antônio tentou de novo, mas Ronaldo Alves salvou o Leão.
Na sequência, foi a vez de Nino Paraíba cruzar para Gilberto na entrada da área. O camisa 9 tricolor chutou forte, mas a bola bateu na defesa e saiu em escanteio.   
O 1x0 fez também o jogo se inverter. Se no primeiro tempo o Sport criou as melhores chances, no segundo o rubro-negro tinha dificuldades em criar as jogadas e pouco assustava o goleiro Douglas. Enquanto isso, o Bahia seguia tentando ampliar o placar. Aos 35 minutos, Gilberto puxou o contra-ataque e tocou para Zé Rafael, mas o camisa 10 sentiu o calcanhar e não conseguiu desenvolver a jogada. 
Três minutos depois, foi a vez de Clayton cobrar falta perigosa e obrigar Magrão a fazer boa defesa. De tanto insistir, o tricolor chegou ao gol. Aos 39 minutos, após cobrança de escanteio, Gilberto fez boa jogada na entrada da área. A bola sobrou para Everson, que havia substituído Paulinho. Em condições legais, o zagueiro foi na linha de fundo e fez o cruzamento rasteiro. A defesa do Sport parou pedindo impedimento e Tiago só teve o trabalho de mandar para o fundo das redes, dando números finais ao jogo. 
O Bahia volta aos gramados no próximo sábado (8), contra o São Paulo, às 19h, no Morumbi