26/04/2018

Vitória fica no 0x0 com o Corinthians pela Copa do Brasil



A decisão da vaga nas quartas de final da Copa do Brasil entre Vitória e Corinthians, vai ficar para o jogo da volta. Na noite desta quarta-feira (25), os dois times empataram por 0x0, no Barradão. O resultado obriga as equipes a vencer a segunda partida, que será realizada na Arena do Corinthians, em São Paulo, para ficar com a vaga. Em caso de novo empate, a decisão vai para os pênaltis. A data do segundo confronto ainda vai ser definida pela CBF. 

Com a bola rolando, o Vitória começou com a estratégia de esperar o Corinthians no campo de defesa, explorando as saídas em contra-ataque. E o foi o Leão quem primeiro assustou. Denilson roubou bola na entrada da área, invadiu, mas teve o chute travado por Balbuena. A resposta alvinegra veio no cruzamento de Clayson pela esquerda que Romero, por muito pouco, não completou para as redes. Com maior posse de bola, o Corinthians tentava pressionar o Leão. Aos 22 minutos, foi a vez de Rodriguinho arriscar chute forte e levar perigo ao gol de Caíque.
Com dificuldade de furar o bloqueio defensivo montado pelo time alvinegro, o Vitória quase tirou o zero do placar na cabeceada de Kanu, que passou perto do gol de Cássio. Antes do fim do primeiro tempo, os jogadores do Vitória pediram pênalti em um suposto toque de mão do volante Maycon, mas o árbitro mandou o lance seguir.
Lá e cá
Na segunda etapa, os dois times voltaram com as mesmas formações e foi o Corinthians que começou atacando. Após descida pela direita, Fagner mandou chute cruzado e Caíque espalmou para escanteio. O Vitória seguiu com a mesma tônica do primeiro tempo e tentava surpreender o time paulista nas jogadas em velocidade do trio Neilton, Rhayner e Denilson. 
Aos 10 minutos, um lance inusitado. Gabriel recuou e Cássio pegou a bola com as mãos. Na cobrança em dois lances dentro da área, Neilton rolou para Juninho que pegou mal na bola e perdeu a chance de anotar o primeiro do Leão. 
A partir daí, o que se viu foi um jogo de lá e cá. Romero passou pela marcação rubro-negra e rolou para trás, mas Ramon afastou o perigo. Logo depois, foi a vez de Denilson receber livre na esquerda, mas mandar longe do gol adversário. 
Para tentar alterar o panorama, Vagner Mancini sacou Juninho, que reclamou de um incômodo na virilha, e o meia Rhayner, colocando em campo o também lateral Pedro Botelho e o meia Guilherme Costa. Mas quem quase alterou o placar foi Yago. No rebote da defesa do Corinthians, ele matou no peito e chutou forte, obrigando Cássio a fazer boa defesa. 
O lance animou a torcida, que cantou forte em incentivo ao clube. Os torcedores quase foram retribuídos no chute forte de Guilherme que raspou a trave direita de Cássio. Apesar da pressão do Leão, o placar seguiu sem alterações e a decisão ficou para o jogo da volta. 
O próximo compromisso do Vitória será nessa segunda (30), quando enfrenta o América-MG, às 20h, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.