26/04/2018

Real Madrid vira sobre o Bayern na Alemanha e fica perto de 4ª final da Champions League em 5 anos


A partida na Allianz Arena começou com os alemães tomando a iniciativa. Nos primeiros minutos de jogo, Lewandowski entrou na área pela esquerda e cruzou para o meio, mas Thomas Müller não alcançou.

O Bayern seguia com a posse de bola, buscando o ataque, e Ribéry chegou a reclamar de toques de mão na área do Real duas vezes - não marcados pelo árbitro holandês Björn Kuipers.
Mas o verdadeiro susto dos primeiros minutos veio com Robben. Mas não por um lance no ataque. O holandês sentiu dores, tentou permanecer no jogo, mas acabou substituído por Thiago Alcântara logo aos 8 minutos de jogo.
O Real conseguiu equilibrar a partida e começou a sair para o jogo. Mas nada de grandes chances de gol na metade inicial do primeiro tempo - tanto que, pela primeira vez desde a final da última Champions, o time espanhol ficou mais de 15 minutos sem sequer chutar no gol rival.
Quando o Real tentou sair para o ataque, o Bayern foi mortal.
James Rodríguez recebeu no meio, viu Kimmich avançar pela direita e fez grande lançamento. O alemão arrancou e soltou chute firme, que enganou Keylor Navas. 1 a 0.
Mas, logo depois, outro problema para os alemães. Boateng caiu o gramado com dores na parte de trás da coxa esquerda. O zagueiro foi mais um que não conseguiu voltar para o campo e acabou substituído por Süle.
Mesmo assim, o Bayern quase aumentou o placar. Depois de cobrança de escanteio, Lewandowski desviou de cabeça, e ela chegou em Hummels, que mandou por cima do gol.
Só que o Real foi Real mais uma vez antes do intervalo.
Aos 43, depois de bola levantada, a bola sobrou para Marcelo. O brasileiro, de primeira, acertou chute rasteiro que morreu no canto do goleiro Ulreich. Tudo igual em Munique.
O segundo gol do Real nasceu com um erro do brasileiro Rafinha.
Um passe cortado no meio-campo armou o contra-ataque do Real. Lucas Vázquez avançou praticamente sozinho e deixou para Asensio, que só teve o trabalho de tirar do goleiro. 2 a 1.
A resposta do Bayern foi quase que imediata. Logo depois de sofrer o gol, Ribéry fez grande jogada pela esquerda, deixou dois marcadores no chão e bateu forte para boa defesa de Navas.
Aos 21, depois de bola cruzada na área, Müller e Lewandowski brigaram pela bola, mas nenhum deles conseguiu empurrar para o gol. Era mais uma chance desperdiçada.
Nos minutos finais, outra oportunidade que foi para fora. Tolisso deu grande passe para Lewandowski, que ficou frente a frente com Navas. Mas o polonês tirou demais e mandou pela direita.
Bayern e Real ainda jogam em seus campeonatos nacionais antes da segunda partida da semifinal. O time de Munique recebe o Eintracht Frankfurt no sábado. Já o de Madrid encara o Leganés, também no sábado.
A partida de volta é na próxima terça-feira, 15h15, no Santiago Bernabéu. Para se classificar, o Bayern terá que vencer por pelo menos 2 a 0 - já que a fase ainda leva em conta o gol qualificado. A grande final da Champions League, no Olímpico de Kiev, acontece só no dia 26 de maio.