06/04/2018

Não há o que comemorar', avalia ACM Neto após Moro determinar prisão de Lula


O prefeito ACM Neto (DEM) comentou, nesta quinta-feira (05), o mandado de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT),
expedido pelo juiz Sérgio Moro. Para o democrata, não há razão para comemorar a decisão, no entanto, ele enxerga que este tipo de situação mostra que “a Justiça vale para todos”.
“Não é motivo para ninguém celebrar a prisão de um ex-presidente da República, que obteve duas vezes a confiança da população para presidir o Brasil. No entanto, fica claro que a impunidade não prevalece no Brasil e, portanto, a Justiça vale para todos, independente da posição ou do cargo que ocupou”, diz.
Ainda segundo o prefeito, a tentativa do PT em manter a imagem de Lula como forte candidato à presidência nas eleições deste ano “caiu por terra”.
“Lula, independentemente de ser ex-presidente, era candidato do PT a presidência da República. Nós, que conhecemos a legislação da lei da “Ficha Limpa” já sabíamos que Lula estava inelegível, no entanto, o PT ainda insistia na possibilidade de apresentar Lula como candidato na tentativa, que eu diria até de enganar as pessoas, tentar criar uma situação que não existe. Agora, me parece que mesmo essa tentativa cai por terra, portanto, não há sequer uma hipótese de se especular uma candidatura do Lula”, avalia.