24/02/2018

Rivalidade Longe de Casa



Fluminense e Flamengo entram em campo neste sábado, às 17h (horário de Brasília), 
na Arena Pantanal, em Cuiabá. Campeão da Taça Guanabara e de olho na Libertadores, 
o Rubro-Negro poupará seus principais jogadores e terá um time misto.



 O Tricolor, por sua vez, tem no clássico a chance que comprovar o bom momento, após um início de
 temporada conturbado.
Os rivais chegam embalados por goleadas na 1º rodada da Taça Rio. Na quarta-feira, o 
Fluminense venceu o Bangu por 4 a 0. Mesmo placar da vitória rubro-negra sobre o 
Madureira. É a oportunidade de o Tricolor acabar com um jejum incomodo: há novo
 jogos
 o time não vence um Fla x Flu. A última vitória foi em junho de 2016, no primeiro turno
 do  Brasileirão.

Escalações Prováveis

Fluminense - técnico Abel Braga
Embalado pelas duas goleadas nos dois últimos jogos (5 a 0 sobre Salgueiro e 4 a 0
 sobre Bangu), o Fluminense não quer desperdiçar pontos, para evitar repetir o que
aconteceu na Taça Guanabara, quando não se classificou para as semifinais.
O Tricolor contará com o retorno de Ayrton Lucas. Após duas partidas fora, o
lateral-esquerdo viajou com a delegação. Caberá a Abel decidir se manterá Marlon
 no time titular ou voltará com Ayrton, que vinha iniciando as partidas antes de se
 machucar.
Quem quase não veio foi o zagueiro Ibañez, que sentiu sintomas de gripe pela manhã
 de sexta, mas melhorou e embarcou para Cuiabá. A princípio, não terá problemas
 para começar jogando. Já os volantes Douglas e Airton ficaram no Rio de Janeiro.

Flamengo - técnico Paulo César Carpegiani
O título da Taça Guanabara tranquilizou o Flamengo, que poderá concentrar suas 
forças na Libertadores. Até por isso, o Rubro-Negro terá um time alternativo no
clássico, por conta do jogo contra o River Plate, na próxima quarta-feira. Da equipe
 que iniciou na quarta, contra o Madureira, apenas o goleiro Diego Alves iniciará o
jogo.
Ainda não será dessa vez que Henrique Dourado reencontrará o Fluminense. 
O camisa 19 permaneceu no Rio de Janeiro e não enfrenta seu ex-clube. Os 
principais nomes do elenco rubro-negro, como Diego e Everton Ribeiro, não
 viajaram - seguem no Rio focados no duelo pela competição continental.

Arbitragem

Maurício Machado Coelho Junior apita o jogo, auxiliado por Wagner de Almeida 
Santos  e Jackson Lourenço Massara dos Santos.